Proteção solar para prática esportiva ao ar livre é fundamental

 Ao se exercitar os cuidados com a pele são tão importantes quanto os cuidados com os batimentos cardíacos, músculos e articulações

 

É comum prática de esportes na rua, no parque ou na praia durante o dia. Embora as atividades físicas sejam essenciais para a manutenção de uma boa saúde, alguns cuidados precisam ser tomados em relação à proteção da pele, especialmente quando os exercícios são realizados ao ar livre, deixando os praticantes expostos ao sol por um longo período. O Consenso Brasileiro de Fotoproteção da Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda a utilização de, no mínimo, 30 ml de protetor solar por todo o corpo durante a prática de exercícios ao ar livre para um indivíduo de estatura média. Mesmo assim, muitas pessoas não querem interromper a prática esportiva, e acabam se esquecendo de cuidar da pele em um momento muito importante.

 

 

shutterstock_144741580“Todos os momentos de exposição ao sol necessitam de cuidados”, afirma a dermatologista Dra. Juliana Machado, gerente médica da Bayer. “Para exposições curtas, como o caminho de casa para o trabalho, um protetor solar no rosto e para as demais áreas expostas, além de outras medidas fotoprotetoras, como o uso de chapéus, é suficiente. Já para exposições mais prolongadas, como, por exemplo, durante práticas esportivas como corridas e surf, é essencial um protetor solar resistente ao suor e à água”, complementa.

 

A médica ressalta que a escolha do protetor solar adequado para a prática esportiva é extremamente importante: “O ideal é dar preferência a produtos adequados ao tipo de pele, que não escorram nos olhos e que sejam mais resistentes à transpiração intensa e ao contato com a água. Chapéus, bonés e óculos escuros também são aliados na proteção dos olhos, do rosto e do pescoço e são muito importantes quando o assunto é proteção solar”.