Entenda a importância de realizar a Bichectomia com profissionais especializados

Ao realizar a redução das bochechas é necessário procurar um profissional de confiança para evitar possíveis complicações cirúrgicas

As bochechas são um ponto crucial do contorno da face e são associadas à beleza e à juventude. Muitas pessoas se sentem incomodadas com o formato do rosto, afirmando que são redondos e dão a falsa sensação de sobrepeso ou contribuem para uma imagem infantilizada do indivíduo.  “É possível resolver esse problema com uma cirurgia simples, de pequeno porte, chamada Bichectomia. Com duração de aproximadamente trinta minutos, o procedimento pode ser realizado com anestesia local, com ou sem sedação, dependendo do perfil do paciente e da indicação médica”, explica o cirurgião plástico, Dr. Eduardo Kanashiro, da Clínica Due, especialista nessa técnica.

Complicações

Apesar de parecer simples, a Bichectomia é um procedimento que, como qualquer outra cirurgia, possui riscos. De acordo com o Dr. Kanashiro é importante realizar a cirurgia com um médico especialista de confiança, pois, na região da bochecha, passam os ramos bucais do nervo facial, responsáveis pela movimentação dos lábios. “Lesões nesses ramos podem ocasionar a paralisia dos movimentos da boca do lado afetado, podendo ser temporária ou, eventualmente, definitiva, dependendo da gravidade da lesão”, completa. Tratamentos para uma paralisia nessa região podem ser complexos, podendo existir, até a possibilidade de uma sequela permanente, deixando a boca torta.

Segundo o especialista da Clínica Due, a retirada excessiva da Bola de Bichat pode também acarretar em uma aparência desarmônica da face, no caso de a pessoa apresentar as outras camadas da bochecha muito finas. “Neste caso, a região fica muito escavada, mas pode ser revertida pelo cirurgião plástico através de um preenchimento com produtos próprios para esse fim ou gordura. Outras complicações possíveis são principalmente o sangramento, infecção e lesão do ducto parotídeo que é o principal canal da saliva”, detalha Dr. Kanashiro.

Caso haja um sangramento ou infecção, ninguém melhor que um cirurgião plástico experiente para saber tratar prontamente a complicação. A lesão do ducto parotídeo também pode ser reparada pelo cirurgião plástico através de um procedimento local. “Por isso a importância de que a Bichectomia seja realizada exclusivamente por cirurgiões-plásticos, pois eles têm a formação necessária para evitar as possíveis complicações e, mais do que isso, estarão aptos a trata-las da maneira mais eficaz”, ressalto o especialista.

Pós-operatório

Vale lembrar que, após o procedimento, é necessário fazer compressa de gelo durante dois dias e evitar alimentos ou bebidas muito quentes. Esforço físico está libera
do após uma semana.

Antes_Bichectomia_AlineIMG-20141223-WA0007